Pesquisa
Filtros
Fechar
RSS

No blog de '2017' 'agosto'

Android Oreo

 

A Google revelou oficialmente o codinome do Android 8.0. O Android Oreo promete inicialização mais rápida, e também, limites de execução em segundo plano que serve para otimização de bateria e redirecionamento do poder de processamento para apps que de fato estão em uso.

A função de autocompletar será nativa nessa nova versão do sistema, assim, quando você trocar de celular, ou reinstalar uma aplicação, o sistema vai inserir sua senha e seu nome de usuário automaticamente na primeira utilização.

21171417053394

A Google liberou o picture-in-picture, que juntamente com o modo de multitarefa em tela dividida para o Android Puro trazido pelo Android Nougat, possibilitará no Oreo, minimizar um app para um dos cantos do display e utilizar outra ferramenta por trás normalmente. Isso é interessante especialmente para apps de vídeo ou mensageiros.

21171502943395

Outra novidade será os pontos de notificação. Se o usuário quiser ver as notificações sem abrir a guia superior, ele pode fazer um toque longo no ícone e ver os detalhes.

21171540677396

Com o Google Play Protect, o Android irá verificar diariamente apps instalados e também os presentes na Google Play em busca de comportamentos estranhos. Os que forem considerados suspeitos serão analisados mais a fundo pela Google e, destes, os que forem identificados como malwares nocivos serão eliminados de todos os dispositivos que possuírem o novo sistema.

animation-play-protect

Os emojis foram redesenhados no Android Oreo. As atualizações serão mais rápidas e os desenvolvedores agora não precisam mais incluir pacotes de fontes personalizadas no APK. Agora, esses elementos poderão ser baixados separadamente e, com isso, diminuir o tamanho dos softwares na Google Play.

21171827347402

Existem ainda uma série de outras pequenas melhorias. Já com relação a data de lançamento, a Google não informou a data exata, mas o Android 8.0 já está disponível no Android Open Source Project.

 

Fonte: Google

AMD Threadripper

A plataforma AMD Threadripper representa a primeira gama de processadores de desktop high-end da equipe vermelha e, possivelmente, as CPUs mais excitantes da AMD que conseguimos lembrar. Como a Intel, eles estão levando sua nova tecnologia de servidor para os entusiastas de PC.

23588-ryzen-threadripper-chip-standard-text-1260x709

A expectativa atual é que toda a gama Threadripper incluirá 9 versões. Variando do Threadripper 1900 de dez núcleos para o Threadripper 1950 de 16 núcleos, cada versão possui 64 pistas PCIe (como Jim Anderson, da AMD, revelado na Computex). Isso permitirá que os entusiastas criem PCs monstruosas com matrizes de placas gráficas quad e uma série de SSDs PCIe RAID.

A gama Threadripper também é composta por 32 MB de cache L3 em toda a placa, juntamente com 512 KB de cache L2 por núcleo, colocando os principais chips de 16 núcleos em 40 MB de cache total L2 e L3.

23588-threadripper-ryzen-pib-750x859

Em termos de requisitos de energia, as CPUs de dez e 12 núcleos terão 125w TDPs e as top especificações monstros de 14 e 16-core serão executados até 155W TDP. Ainda não sabemos o que os competidores processadores Core i9 da Intel conseguirão bater quando forem lançados, mas os chips de Skylake-X de seis, oito e dez núcleos têm um TDP de 140W.

Outra novidade é que o Threadripper será compatível com o DDR4 de quatro canais – outra vantagem quando comparado às CPUs de alta qualidade da Intel.

AMD-Threadripper-and-Ryzen-APU

Chipset x399

As placas mães que receberam o novo processador veem equipadas com o novo chipset X399 e o soquete TR4, que por sua vez traz grande mudanças, a configuração LGA com 4.094 pinos.

Em todas as gerações de CPU de desktop anteriores da AMD, eles usaram o design da matriz de pinos (PGA) que possui os pinos no processador e as conexões no soquete. O layout LGA troca isso fazendo com que a própria CPU seja mais robusta e o soquete mais delicado. A AMD, no passado, exaltava as virtudes do sistema PGA, pois faz a produção do processador mais barata e permite que elas passem as economias ao consumidor.

ryzen_threadripper_socket-100724183-large

A outra questão com esses soquetes é que eles são difíceis e, portanto, onerosos, de fabricar. E, por causa desses 4.094 pinos, haverá mais possibilidade de RMA.

Os preços finais para as CPUs inaugurais AMD Threadripper foram reveladas pela companhia. O Ryzen Threadripper 1950X, de 16 núcleos / 32 threads, vai ao varejo por US $ 999.

O único processador da linha que vai ser lançado em agosto sera o de 12 núcleos 24 thread Ryzen Threadripper 1920X e sera vendido em revenda por US $ 799.

 

via: pcgamesn

Conheça a Gigabyte AORUS Gaming

Recebemos na terça feira um treinamento da Gigabyte sobre a nova linha de placas mães de soquete X299. Mas iremos falar sobre as duas novas linhas Premium da companhia: X299 Aorus Gaming e X399 Aorus Gaming.

Ambas linhas são compostas por placas robustas voltadas para o publico gamer. Elas são equipadas o RGB Fusion com Digital LEDs que permite o controle da iluminação da placa de acordo com a preferencia do usuário, tanto através do software RGB Fusion no PC quanto pelo RGB Fusion APP disponível para Smartphone além suportar conexão de fita de LED externa.

click-1

Possuem o Smart Fan 5 que entre outras funções permite a verificação da temperatura da placa mãe permitindo focar a ventilação nos locais em que o usuário perceber que mais estiverem esquentando.

As placas AORUS possuem blindagem de aço inoxidável que previne torções e danos físicos, além de evitar qualquer interferência de ESD.

click-6 (1)

A função Killer faz com que o jogo tenha conexão de rede prioriza, então quando se recebe um e-mail por exemplo ele não vai reduzir a internet para atender a essa demanda, a banda será totalmente utilizada na partida, não permitindo assim os tão odiados lags.

mb_killer

Elas também são equipadas com capacitores de áudio banhados a ouro para que a qualidade de áudio seja a de um estúdio e possuem conexão m.2.

A diferença entre as linhas está no soquete, a X299 possui soquete LGA2066 que suporta os processadores Intel Core X e suporta as memórias Optane, já a X399 suporta os processadores AMD Ryzen™ Threadripper.

Fonte: Gigabyte